Gráficos que gostaríamos de ver num jogo da série He-Man


Eis um desenho animado que não é uma boa referência no mundo dos games.

He-man mereceu um jogo digno de sua série, que encantou jovens de todo o mundo. Nada chegou aos pés do que era esperado, seja no design ou na história.

Primeiro vamos matar um pouco da saudade e prestar atenção na abertura do desenho original:

Então vejamos dois exemplos que podem fazer fãs da série arrancarem os cabelos de raiva.

Primeiro o jogo “Masters of the Universe: The Power of He-Man”, lançado em 1983 para o videogame Atari 2600 (e algo parecido para Intellivision):

Segundo o jogo “Master of the Universe: The Arcade Game” para Commodore em 1987, que pode até impressionar se compararmos com a versão anterior, porém, a jogabilidade e o fato de não ter qualquer efeito sonoro o torna ainda pior:

Depois disso ainda foram lançadas outras versões, para variadas plataformas, mas nenhuma com mérito suficiente para representar a franquia como, de fato, deveria.

Pensando nisso, o artista digital canadense, Caleb Hystad, fez sua própria abertura.

Vamos esquecer por alguns minutos as limitações técnicas da época, e imaginar como seria ter em mãos um jogo com estes gráficos:

Anúncios

Um comentário em “Gráficos que gostaríamos de ver num jogo da série He-Man

  1. Muito obrigado!!! Quanta nostalgia!!! Se fosse um nintendinho, acho que a memória inteira iria embora apenas nessa abertura, e a voz não chegaria nem próximo disso. Mas talvez num arcade fosse possível. Acho que se visse algo assim em minha infãncia, perderia noites de sono!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s