Shaq Fu 2 foi confirmado (pelo Shaquille O’Neal…)


É isso mesmo, 20 anos depois do lançamento de Shaq Fu, Shaquille O’Neal confirmou que a sequência está em desenvolvimento.

Este foi um depoimento durante a Consumer Electronics Show (CES 2014), a maior feira de tecnologia do mundo que acontece anualmente em Las Vegas (EUA).

O próprio gigante do basquete revelou a novidade: “Os gráficos estão muito loucos! Estará na próxima geração de consoles num futuro próximo”.

Shaq Fu foi originalmente lançado para Super Nintendo, Mega Drive, Game Boy, Game Gear e para o computador Amiga em 1994. O jogo recebeu duras críticas, aparecendo com frequência em listas que elegem os piores jogos de todos os tempos (a própria Electronic Arts recentemente assumiu isto). Caso ainda reste algum fã, esperamos que ele não fique muito ansioso: a imprensa considerou a afirmação de O’Neal sarcástica ou informal demais para o novo título, sem qualquer informação concreta provinda de desenvolvedores.

Sendo assim, caso O’Neal esteja falando a verdade, torcemos para que o título redima-se do fiasco anterior. Ver um jogo péssimo em alta definição é a última coisa que precisamos atualmente:

Aparentemente, se há algo estiver em desenvolvimento, somente o astro do basquete está sabendo. É importante lembrar que ele registrou em 2013 a marca Shaqfighter (título sugestivo, embora denote algo totalmente novo, e não uma sequência).

A informação mais recente envolvendo Shaquille O’Neal, Kung Fu e videogames foi este vídeo promocional para o jogo Tiger Woods PGA Tour 13 (golfe para Xbox 360 e Kinect):

Isso nos faz pensar que o depoimento atual de O’Neal pode ser apenas um teaser sobre algum novo lançamento do jogo de Tiger Woods.

A Delphine Software International, empresa francesa responsável pela produção do primeiro título, está definitivamente descartada deste rumor, uma vez que faliu em 2004. Este fim trágico não foi necessariamente culpa de Shaq Fu, sendo que ganhou bastante dinheiro com os (super, hiper) clássicos Out of This World e Flashback, dando gás para aguentar firme com franquias bem-sucedidas como a série Moto Racer, a partir de 1997.

Paul Cuisset

Não dá pra entender como Paul Cuisset, designer profissional responsável por jogos tão bons, pode ter assinado Shaq Fu. Nos primeiros minutos do jogo, é possível perceber a preocupação em mostrar animações com vários quadros, sempre sob a técnica de rotoscopia (peculiar do designer), prejudicando a jogabilidade e o tempo de resposta.

Com a imagem arranhada, Cuisset fundou a VectorCell em 2005. Embora tenha começado devagar, com lançamentos de gosto duvidoso com Amy e Jesus Christ Super-Star para plataformas atuais, tinha uma carta na manga: fazer o remake de Flashback! Pois é, parecia uma boa ideia, mas os tempos eram outros. O público em 2013 esperava algo mais parecido com o original, ou preferia até mesmo manter o velho jogo na memória, sem que mexessem nele (caso parecido com Rock ‘n’ Roll Racing). Com o fracasso, (mais uma vez) a empresa foi à falência.

Como informação adicional, vale lembrar que além de jogador de basquete e personagem de videogame, Shaq também já foi oficial de polícia, cantor de rap e ator de cinema e televisão.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s